Curiosidade 08.mar.2022

Mulheres nos esportes radicais

Hoje, dia 8 de março, é o Dia da Mulher. Para comemorar e homenagear todas as mulheres do mundo, a gente preparou um post recheado de mulheres poderosas, que fazem a diferença nos esportes radicais!

Skate
O skate é o esporte radical que vem chamando mais a atenção pelo crescimento do número de praticantes femininas aqui no Brasil. Muito disso se deve ao “efeito Fadinha”: depois que Rayssa Leal ganhou a medalha de prata no Street Feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, ficou ainda mais claro que meninas mandam bem no esporte. E isso porque atletas como Karen Jonz e Leticia Bufoni já tinham traçado seus caminhos antes de Rayssa se tornar a campeã que é hoje.

fadinhaFoto: Agência Brasil

Surfe
Não tem como falar de surf feminino no Brasil sem citar Maya Gabeira. Detentora do recorde mundial entre mulheres da maior onda do mundo (de nada menos que 22,4 metros!), Maya é um super expoente do esporte no mundo todo. Ela participa de competições desde 2006 e continua brilhando nas pranchas.

maya gabeiraFoto: Agência Brasil

Paraquedismo
Aqui no Brasil, alguns dos nomes do paraquedismo entre as mulheres estão ligados às Forças Armadas, como Vanessa Felix (primeira mulher a conquistar o brevê de paraquedista pela Força Aérea). Mas são várias as minas no esportes. Veja, por exemplo, o que Julie Vidotti e Isabella Castro aprontaram no Dia da Mulher do ano passado.

mulheres e paraquedismo

 
U.S. Parachute AssociationConfederação Brasileira de Paraquedismo

A WOW Paraquedismo é associada a United States Parachute Association e Confederação Brasileira de Paraquedismo.

Skydive 4FunJCFly

Parceiros da maior empresa aérea de paraquedismo da América do Sul (Skydive 4Fun) e da principal fabricante (JCFly) de macacões para prática de paraquedismo.

Chame no WhatsApp