Curiosidade 28.jun.2021

Paraquedismo: mitos e verdades

Tomar a decisão de saltar de paraquedas é um passo importante e significativo, não é mesmo? É nessa hora que a ansiedade bate e ficamos cheios de medo de realizar algo que, apesar de parecer loucura, pode trazer reverberações muito positivas para a nossa vida. Como uma forma de entender as principais questões sobre o paraquedismo e trazer mais segurança para os que sonham em voar com a gente, trouxemos os principais mitos para você entender o que é real e o que não passa de invenção.

Paraquedismo mitos e verdades

Se ficar inconsciente durante o salto.

Em primeiro lugar, é preciso se certificar de que você escolheu uma escola com profissionais qualificados para te jogar nessa aventura: somente instrutores com determinado grau de experiência podem fazer o Salto Duplo. Outro ponto importante é que, hoje em dia, os equipamentos de paraquedismo contam com tecnologias cujo objetivo é garantir a segurança na prática do esporte. É previsto e obrigatório, por lei, que todos os equipamentos possuam o que chamamos de DAA (Dispositivo de Abertura Automática) que, como o próprio nome já diz, é um aparelho programado para disparar uma abertura automática em determinada altura e determinada velocidade. Ou seja, mesmo em um cenário em que ninguém comandou o paraquedas principal, existe um dispositivo cuja única função é disparar o reserva.

O paraquedas pode ser acionado em qualquer altura.

Calma lá! Existe uma série de regulamentações que preveem boas práticas para garantir a segurança e a diversão de todos. Dessa forma, existe um limite máximo para a abertura do paraquedas, assim como existe uma contagem de segundos para o intervalo da saída de cada paraquedista do avião etc.

Paraquedismo mitos e verdades

A abertura do paraquedas pode ser dolorida.

Quando as células do paraquedas estão infladas, o paraquedista é impulsionado para cima, o que pode dar a sensação de que há um grande impacto no momento da abertura. Contudo, apesar da ilusão de impacto, as aberturas podem ser – e na maioria das vezes são – muito leves.
Dica: ao escolher o clube/escola de paraquedismo para fazer seu Salto Duplo, é bacana saber sobre os profissionais que cuidam das dobragens dos paraquedas, se também são especialistas e se possuem experiência, para garantir que você tenha a melhor experiência.

A velocidade da queda livre é sempre a mesma.

Na verdade, isso depende de vários fatores como: altura e peso do passageiro e do instrutor, tipo físico e outros. É isso mesmo que você leu: tipo físico. Pensa com a gente: uma pessoa que pesa 90 kg e tem 1,50m de altura vai ter um tempo diferente de queda livre de uma pessoa que pesa o mesmo, mas com 1,80m de altura. Isso porque o formato do corpo pode alterar o centro de gravidade (força que nos puxa para baixo e nos coloca em queda) e a forma como o vento percorre o corpo, fazendo com que a velocidade seja maior ou menor.

Paraquedismo mitos e verdades

 
U.S. Parachute AssociationConfederação Brasileira de Paraquedismo

A WOW Paraquedismo é associada a United States Parachute Association e Confederação Brasileira de Paraquedismo.

Skydive 4FunJCFly

Parceiros da maior empresa aérea de paraquedismo da América do Sul (Skydive 4Fun) e da principal fabricante (JCFly) de macacões para prática de paraquedismo.

Chame no WhatsApp